É #FAKE que rompimento de barragem no Vale do Taquari agravou enchentes no Rio Grande do Sul

  • 15/05/2024
(Foto: Reprodução)
O rompimento parcial existiu, mas não representou aumento significativo nas vazões já existentes na Bacia Taquari-Antas. É #FAKE que rompimento de barragem no Vale do Taquari agravou enchentes no RS Reprodução Circula nas redes sociais um vídeo que afirma que o rompimento parcial de uma das três barragens no rio das Antas, no Vale do Taquari, contribuiu para agravar a catástrofe climática no Rio Grande do Sul. O vídeo, no entanto, é #FAKE. g1 O vídeo “O que realmente aconteceu com a barragem 14 de Julho no RS”, publicado no canal do Youtube “Construction Time”, já tem mais de 1 milhão de visualizações e 33 mil curtidas. O locutor do vídeo, que se identifica como Luciano Guimarães, diz: “No centro dessa devastação está o rompimento parcial da barragem da usina hidrelétrica 14 de Julho, localizada entre os municípios de Cotiporã e Bento Gonçalves. O colapso da estrutura da barragem, que ocorreu no dia 2 de maio de 2024, agravou ainda mais a situação já crítica da região, pois a elevação do Rio das Antas, seguida do Rio Taquari por conta das fortes chuvas, alcançou mais de 30 metros de altura, ultrapassando o ponto mais alto das barragens afluentes, principalmente a 14 de Julho”. A informação não procede. Na região do Vale do Taquari, existem três hidrelétricas no Rio das Antas, que pertence à bacia hidrográfica Taquari-Antas. As três usinas são administradas pela Companhia Energética Rio das Antas (Ceran). Em nota, a Ceran confirma que “que detectou às 13h40, do dia 2 de maio, o rompimento parcial do trecho direito da barragem da Usina 14 de Julho, devido ao contínuo aumento da vazão do Rio das Antas e das fortes chuvas que atingem o estado do Rio Grande do Sul desde terça-feira (30 de abril)”. No entanto, diz a empresa, após a análise do grupo técnico, foi constatado que o rompimento parcial não representou aumento significativo nas vazões já existentes na Bacia Taquari-Antas. Segundo a Ceran, foi registrado aumento de 35 cm no nível do rio na cidade de Santa Tereza, e de 25 cm em Muçum. A Ceran informou ainda que as três barragens possuem vertedouro do tipo soleira livre, ou seja, não têm capacidade de armazenamento e nem de regular o fluxo do rio. Toda água que não vai para as turbinas passa sobre crista a barragem. Segundo a empresa, em situações de alta afluência, a vazão de água que passa por cima da barragem é a mesma que passaria se ela não existisse. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) declarou que, mesmo com alguma eventual falha nas hidrelétricas, “não há como agravar as cheias pois as barragens são do tipo soleira livre vertente”, ou seja, não possuem capacidade armazenamento e regularização de cheias. O governo do Rio Grande do Sul afirmou que o rompimento da barragem não teve influência nas enchentes, e que todas as medidas de contingenciamento foram tomadas antecipadamente. A Ceran pediu que o vídeo fosse editado ou removido, segundo o canal "Construction Time". A Construction respondeu que não seria possível editar o vídeo porque ele já tinha sido publicado no Youtube. Quanto à remoção do vídeo, a Construction alegou que seria inviável, “já que o objetivo dele é arrecadar doações para as pessoas e os animais que estão sendo afetadas pelas enchentes”. De acordo com a Construction, foi solicitado à Ceran que apontasse quais informações estavam erradas para que outro vídeo fosse publicado para “trazer a verdade dos fatos”, mas a companhia energética disse que seria necessário apenas a publicação de uma nota com as correções na legenda do vídeo —o que foi feito. A mesma nota foi colocada fixada nos comentários. É #FAKE que rompimento de barragem no Vale do Taquari agravou enchentes no RS Reprodução Fato ou Fake explica: VEJA outras checagens feitas pela equipe do FATO ou FAKE Adicione nosso número de WhatsApp +55 (21) 97305-9827 (após adicionar o número, mande uma saudação para ser inscrito)

FONTE: https://g1.globo.com/fato-ou-fake/noticia/2024/05/15/e-fake-que-rompimento-de-barragem-no-vale-do-taquari-agravou-enchentes-no-rio-grande-do-sul.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Top 5

top1
1. Bugio do Rancho

Grupo Cordiona

top2
2. É Fogo

Rainha Musical

top3
3. Solteiro Forçado

Ana Castela

top4
4. Batom Vermelho

Brilha Som

top5
5. Perigosa e Linda

Corpo & Alma

Anunciantes